Estudo: Quanto os brasileiros consomem e gastam em café em 2023?

Sendo o Brasil o maior produtor de café do mundo, não é de se estranhar que a paixão por café corra nas veias da maioria dos brasileiros.

Intrigados com os hábitos e rituais envolvendo a bebida, o sitedeapostasonline.net entrevistou 1,000 bebedores de café saber quais são os Estados onde os brasileiros mais consomem e gastam com ele, quais são suas marcas preferidas, além de outras tendências de comportamento para esse ano de 2023.

Infográfico: consumo de café

Para compartilhar o infográfico, selecione o código abaixo:

Os estados mais cafeinados do Brasil

Mato Grosso é onde se encontram os maiores consumidores de café, com uma média de 7,1 xícaras por dia. Apesar da grande discrepância entre eles, São Paulo segue com 4,4 copos diários, enquanto Santa Catarina e Espírito Santo empatam em terceiro com média de 4,3 copos diários de consumo. Sergipe é o estado onde menos se consome café, com uma média de 2,7 xícaras por dia.

3,8 xícaras é o consumo diário nacional de café.

No entanto, beber mais não significa, necessariamente, gastar mais com café. Para os amantes do café, isso pode significar menos consumo, mas maior investimento em café de alta qualidade (Superior, Gourmet ou Especial, talvez?).

Assim, a pesquisa constatou que os maiores gastadores com café são os mato-grossenses – gastando em média R$ 93,7 por mês. Logo em seguida estão os residentes do Mato Grosso do Sul (R$ 88,1), Paraná (R$ 85,9) e Rio de Janeiro (R$ 82,4).

Os estados que menos gastam com café por mês são Pará (R$ 52,7), Sergipe (R$ 50,4) e Distrito Federal (R$ 32,4).

R$ 73,9 é a média nacional para gastos mensais com café.

Ano novo, mesmos hábitos (de café)?

Entrando no novo ano, descobrimos que 76% dos brasileiros preferem tomar café em casa. Não é de estranhar, portanto, que quando questionados sobre qual a sua marca de café preferida.

Impressionantes 68,6% dos entrevistados escolheram 3 Corações (32,2%), Café PILÃO (23,8%) e Café Melitta (12,6%).

Para compartilhar o infográfico, selecione o código abaixo:

A paixão do brasileiro pelo café parece continuar em 2023. Mais da metade dos entrevistados (69,02%) continuará bebendo a mesma quantidade de café diariamente, enquanto 17,6% planejam reduzir o consumo para 2 xícaras a menos por dia.

Café: o combustível do amor

Fomos mais longe e analisamos também o consumo de café no Brasil por estado civil e número de filhos.

Os entrevistados casados ​​são os que mais consomem, com 2,6 xícaras por dia. Os viúvos ficaram em segundo lugar, com 2,4 por dia. Curiosamente, os divorciados e casados ​​são os que menos consomem café, com uma média de 1,6 xícaras por dia.

Além disso, e de acordo com o estudo, pais com 1 filho tendem a beber menos por dia (média de 2 xícaras) do que aqueles com 3 ou mais filhos (média de 3 xícaras).

No geral, ao dividir os sexos, os papais geralmente são os que têm mais tendência a beber à medida que o número de filhos aumenta (4,3 xícaras por dia para 3 filhos). Já para mães solo, a média é de 2,3 xícaras por dia e 1,75 para pais solteiros.

Metodologia

Em janeiro de 2023, entrevistamos 1.000 consumidores diários de café (cidadãos do Brasil) com mais de 16 anos. O objetivo era descobrir quanto a população consome ao dia e gasta em café ao mês, bem como outros padrões de comportamento e tendências de consumo para 2023.

Declaração de uso justo

As organizações de mídia que desejam usar as informações desta pesquisa podem fazê-lo, desde que incluam um link para este estudo e creditem o sitedeapostasonline.net.

gdpr
Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Ao clicar no botão de consentimento, você concorda com nossa política de cookies.
Política de Privacidade Aceito